Fr. José Rodríguez Carballo




 
A primeira nomeação do Santo Padre para a Cúria Romana foi do Fr. José Rodríguez Carballo, Ministro-Geral da Ordem Franciscana dos Frades Menores (O.F.M.), ele sera o novo Secretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica esteve esteve em Medjugorje em 2007 e deu a seguinte entrevista..
 
 
 

Entrevista: Fr. José Rodriguez Carballo, Ministro Geral da Ordem Franciscana.

Medjugorje - 19.10.2007.
 
 
Fr.  José Rodriguez Carballo, Superior Geral da Ordem Franciscana, visitou Medjugorje em 8 de outubro de 2007. Ele estava na  Herzegovina, de 7 a 10 de outubro, para  visitar os frades da Província Franciscana da Herzegovina da Assunção de Maria. Dragan Soldo o entrevistou para a Rádio Mir Medjugorje.
 
 
Pe. José Rodriguez Carballo: Antes de tudo, eu gostaria de saudar a todos com a saudação franciscana: Paz e Bem.  Gostaria de dizer que estou verdadeiramente feliz por estar visitando a Herzegovina pela segunda vez. Estou aqui em uma visita fraterna a todos os frades que vivem na Herzegovina. Na sua Regra, São Francisco pede aos seus sucessores, os Superiores Gerais, para visitarem todos os frades da Ordem regularmente. Esta não é uma visita canônica, mas uma visita fraterna com um duplo objetivo. Primeiro, para incentivar os frades a viverem o Evangelho ainda mais fielmente, como prometemos em nossos votos, e, segundo, se necessário, para admoestá-los e corrigi-los fraternalmente. Nesta ocasião, como se prepara o oitavo centenário da fundação da Ordem, eu vim aqui também para compartilhar com os frades  este momento. A Ordem está se preparando para esta festividade que ocorrerá no ano de 2009, quando todos os seus membros irão renovar os seus votos. Eu vou continuar em viagem até Sarajevo, onde os Provinciais de toda a Europa vão se reunir para falar, entre vários temas, sobre os desafios que se avizinham para a Ordem.
 
Você poderia nos dizer algo sobre a sua experiência com os franciscanos nesta paróquia?
Pe. José Rodriguez Carballo: Estou convencido de que os frades que vivem aqui, em Medjugorje, estão fazendo um serviço de excelência, primeiramente para as pessoas daqui, os paroquianos. Esta é uma paróquia, e sabemos quais são os deveres dos padres, serem pastores designados para esta missão. Segundo minhas informações,  posso dizer que os frades dedicam todos os seus talentos e energia para o serviço aos fiéis desta paróquia. Além disso, os frades estão também a serviço de todos aqueles que visitam Medjugorje. Também  gostaria de salientar a grande importância das obras sociais realizadas em favor dos pobres. Essas são verdadeiramente ações que dão testemunho evangélico até para aqueles que não compartilham a nossa fé. Portanto, posso dizer que estou satisfeito com o serviço que meus irmãos executam nesta paróquia de Medjugorje.
 
Aqui se observa um grande número de peregrinos de todo o mundo. Como o sr. vê essas visitas nesta paróquia, em particular?
Fr. José Rodriguez Carballo: Para mim, o fato de que muitos vêm a Medjugorje, revela a sede de Deus entre os nossos contemporâneos. Somente Deus pode preencher totalmente o coração humano, como o Papa Bento XVI nos recordou durante sua recente peregrinação a Assis. O meu desejo é que, aqueles que vêm a Medjugorje, assim como os que visitam outros centros de espiritualidade, realmente encontrem Deus, e comecem a seguir Cristo de uma forma mais íntima. Na minha conversa com os frades desta comunidade, tenho enfatizado que eles devem ser instrumentos, de modo que as pessoas que vêm a Medjugorje possam encontrar Cristo, para que possam seguir Cristo e assim colocar o Evangelho no centro de suas vidas. Gostaria de lembrar que a minha presença aqui é uma presença fraterna, uma visita aos irmãos que trabalham aqui, a fim de encorajá-los e também ser encorajado por eles a  seguir Cristo mais de perto como Frades Menores.
 
Qual é a mensagem de São Francisco para o mundo de hoje? Será que a Ordem precisa fazer grandes mudanças?
Pe. José Rodriguez Carballo: Desde o principio,quando começamos a refletir sobre esta celebração do centenário, eu pensei no sentido de conversão da alma: cada dia, cada vez mais próximo, seguir Jesus Cristo, o pobre e crucificado. Estou convencido de que devemos mudar. Estou convencido de que não se trata apenas de uma festividade folclórica ou uma comemoração. Esta é uma celebração que deve levar-nos a redescobrir Cristo e, com mais entusiasmo, segui-Lo. Desejamos viver o programa que João Paulo II ofereceu... que pediu a toda a Igreja: lembrar o passado com gratidão, abraçar o futuro com confiança e viver o presente com paixão. Para esse fim, dividimos esse período em três fases distintas:
  • Ano de 2006 - "Senhor, o que queres que eu faça?" – ano do discernimento.
  • Ano 2007 - Colocar o Evangelho no centro de nossas vidas. - ano do projeto de vida.
  • Ano 2008/2009 – Celebrar o dom da vocação.  Queremos dizer ao mundo que estamos felizes em ser Frades Menores, e que nós somos gratos ao Senhor por este chamado, e também ao povo por todo o seu amor.

Gostaria mais uma vez de repetir minha saudação de Paz e Bem. Lembro que Bento XVI sempre solicita de nós: para abrir nossas vidas, a nossa própria existência a Cristo, porque quando Ele entra em nossas vidas, em vez de tirar qualquer coisa, Ele nos dá tudo.

 


voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2017 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais